focalizadores

Focalizadores

Encontre os focalizadores da sua região, estado ou cidade e boas danças!

Patricia Preiss
porto alegre/RS

Graduada em Artes Visuais pela UFRGS/1996, Especialista em Dança pela PUC-RS/ 2011.
Educadora Brincante - Formação Teatro Escola Brincante; curso Itinerante, Porto Alegre / 2007, organizado pelo grupo Terpsí.
Trabalha com Cenografia e Figurino para Teatro e Dança e às vezes se aventura no Teatro de Bonecos e a Tecelagem.
Em contato com a dança desde criança, iniciou seus estudos de Danças Circulares em 2001 com Marge Opligger.
Participa de Treinamentos, Workshops e Festivais de Danças Circulares com diversos focalizadores nacionais e internacionais, em Formação continuada com Maria-Gabriele Wosien (Alemanha) desde 2002.
Ministra vivências e oficinas para grupos de crianças, adolescentes, adultos e terceira idade. Realiza trabalhos na área de educação, educação ambiental, cultura e saúde; além de aulas regulares semanais.
Coordenadora das Danças Circulares no Parque Farroupilha - Redenção de 2002 a 2009. Membro da comissão organizadora do Festival Rodas do Sul de 2010 a 2016.
Participou como oficineira no Festival Andanças 2013 em Castelo de Vide, Portugal. Participou do XIV Encontro Brasileiro de Danças Circulares em 2015 como focalizadora convidada em Embu das Artes / São Paulo.
Organizadora de Bailes Circulares na Casa Cultural Tony Petzhold 2016 à 2018 e também do Projeto CirculAção – Danças Circulares em Praças da capital Gaúcha iniciado em 2012.
Desde 2016 compõe a equipe coordenada pela Grupo Bando Celta levando oficinas de Danças Circulares para as Feiras Medievais e Literárias que acontecem em diversas cidades no estado do Rio Grande do Sul.


Na vivência e prática das Danças Circulares ,mesmo misturados a outras pessoas, percebemos que a cada roda nossa identidade sai mais integra e fortalecida. Observando que somos uma forma em movimento e no tempo de uma vida( sem contar as outras tantas), podemos experimentar diversas conformações, deformações, transformações... Desejando sempre que nestes tantos movimentos consigamos mais e mais aprender a valorizar e incluir as peculiaridades de cada um,permitindo que o comportamento autêntico adicione , aceitando a diferença como uma forma de aprendizado...e aí possamos ser inéditos, incomuns...originais , seres circulares.(Patricia Preiss - Construindo o Ser Circular).
Artigos deste focalizador
Ver Mais
focalizadores   Conheça mais focalizadores desta cidade